Baratas no Parlamento suspendem audição da inspetora para as condições de trabalho

Deputados ainda tentaram prosseguir trabalhos mas não estavam reunidas as condições.
17.05.18
A presença de baratas na sala onde estava reunida a comissão parlamentar de trabalho e segurança social, que se preparava para ouvir a inspetora-geral do Trabalho, levou à suspensão dos trabalhos.

Os deputados estavam a discutir o primeiro ponto da ordem de trabalhos, que antecedia a audição da inspetora-geral da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), Luísa Guimarães, quando surgiu a primeira barata que fez com que alguns deputados se levantassem, interrompendo a discussão.

Os deputados ainda tentaram prosseguir os trabalhos, mas minutos depois começaram a surgir mais baratas, considerando os deputados não haver então condições para continuarem os trabalhos naquela sala do piso 0 da Assembleia da República.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!