Barra Cofina

Correio da Manhã

Política

Beijos e abraços em bastião do PCP

A Baixa da Banheira, perto do Barreiro, é um bastião do PCP, mas em nada intimidou Francisco Louçã ontem à tarde. Por entre beijos e abraços, rejeitou “territórios dos partidos” e a “união à esquerda”.
10 de Janeiro de 2006 às 00:00
“Cavaco já lá está”, dizem-lhe. Mas “isso é o que ele pensa”, responde. E a decisão, mantém, está “no milhão de indecisos do PS. Há que mobilizá-los”.
Paulo Freitas, 29 anos, pede-lhe mais ideias e menos ataques. “Falo de segurança social e de um povo castigado pelo desemprego”, responde.
MELHOR
A forma como encara e rebate opiniões menos favoráveis.
PIOR
Eleitorado de esquerda conformado com vitória de Cavaco.
PROMESSA
“Nacionalidade para os que cá vivem, trabalham e pagam impostos.”
SECRETO
A Imprensa diária é sagrada para Francisco Louçã. Logo pela manhã, o candidato dispensa assessoria para a área da Comunicação Social e passa todos os jornais a pente fino. Sabe tudo o que sobre ele e os outros candidatos se escreve.
AGENDA
O candidato começa o dia em visita ao Centro de Reabilitação de Alcoitão, às 10h30, segue para uma arruada em Lisboa, às 13h00, e debate no Politécnico de Beja, às 16h30
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)