Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
6

BERLIM LANÇA CANDIDATURA DE FISCHER

Antes mesmo de o cargo de ministro dos Negócios Estrangeiros da União Europeia estar criado, já conta com um candidato de peso: Joschka Fischer, o actual chefe da diplomacia alemã. Berlim parece estar certa de que o cargo vai ser criado e como tal prefere não esperar para garantir que Fischer será o primeiro titular da pasta.
13 de Maio de 2003 às 00:00
A candidatura de Fischer conta com o apoio do chanceler alemão, Gerhard Schroeder, que, em entrevista ao jornal “Tagespiegel”, considerou que a candidatura do seu ministro seria “brilhante” e que a sua nomeação seria “uma excelente escolha.
As capacidades demonstradas por Fischer desde que assumiu a chefia da diplomacia alemã são uma mais-valia para a sua candidatura ao posto a nível europeu, mas a sua candidatura tem, para alguns observadores, uma fragilidade - o facto de o ministro pertencer ao Verdes, partido minoritário na União Europeia.
O próprio Fischer parece empenhado em conseguir o cargo. Na Convenção sobre o Futuro da Europa – na qual representa o governo alemão – Fischer foi o membro que mais emendas propôs à proposta de criação do cargo de ministro europeu dos Negócios Estrangeiros, deixando clara a visão que tem deste posto.
A criação de uma espécie de ministro dos Negócios Estrangeiros a nível europeu é uma das questões que merece o consenso de todos os participantes na Convenção, cuja próxima sessão plenária, marcada para quinta e sexta-feira, vai debater precisamente essa questão. De acordo com a actual proposta, esse posto dependeria da Comissão Europeia e do Conselho da UE, mas teria uma certa autonomia.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)