Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
4

Brinde à surpresa

Em S. Martinho de Anta, na casa térrea do saudoso médico Adolfo Rocha, conhecido nas letras por Miguel Torga e pelos mais antigos conterrâneos como o filho dos ‘Gargantas’, Manuel Alegre tinha ontem à espera uma garrafa de Porto com 20 anos.
13 de Janeiro de 2006 às 00:00
Candidato na escola agrícola de Chaves
Candidato na escola agrícola de Chaves FOTO: Pedro Sarmento Costa, Lusa
Clara Rocha, filha do escritor símbolo da portugalidade e professora de Literatura na Universidade Nova de Lisboa, fez questão que se brindasse ‘À surpresa a 22’. Isto é, a passagem de Alegre à 2.ª volta das presidenciais, perspectiva que faz o candidato já trocar o mês de Janeiro pelo de Fevereiro. E lembrar por todo o lado, o verso de Torga que escreveu “Nós temos nas mãos o terrível poder de recusar”.
MELHOR
‘Menino vadio’ cantado por quem trata de crianças em Chaves.
PIOR
Os queixumes do frio na longa espera na terra de Torga.
PROMESSA
“Capacidade de dar um pouco mais de sonho à juventude”.
SECRETO
O benfiquismo é uma faceta subterrânea desta campanha, com o assessor João Malheiro, ex-assessor de Imprensa no Benfica, chega a ser reconhecido mais depressa do que o candidato. Pedem-lhe autógrafos e que fale do Benfica.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)