Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

Câmara de Gondomar pondera hipotecar bens para pagar dívida de 12 milhões

Em causa estão irregularidades detetadas em 2006.
6 de Julho de 2017 às 08:45
Valentim Loureiro
Valentim Loureiro
Valentim Loureiro
Valentim Loureiro foi presidente da Câmara de Gondomar durante 20 anos: exerceu o cargo entre 1993 e 2013
Valentim Loureiro
Valentim Loureiro
Valentim Loureiro
Valentim Loureiro foi presidente da Câmara de Gondomar durante 20 anos: exerceu o cargo entre 1993 e 2013
Valentim Loureiro
Valentim Loureiro
Valentim Loureiro
Valentim Loureiro foi presidente da Câmara de Gondomar durante 20 anos: exerceu o cargo entre 1993 e 2013
A Câmara de Gondomar admite hipotecar bens como garantia no processo em que foi condenada a devolver quase 12 milhões de euros de fundos comunitários.

"São mais de 10 milhões de euros deitados ao lixo e que vão ser pagos por todos nós, deixando de haver investimento para pagar erros do passado", disse o atual autarca, Marco Martins.

Em causa estão irregularidades detetadas em 2006, nas candidaturas feitas entre os anos para obras na ETAR do Rio Ferreira e da rede de saneamento, quando Valentim Loureiro era presidente.
Marco Martins Câmara de Gondomar ETAR Rio Ferreira Valentim Loureiro presidente política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)