Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
4

Canadá já ratificou adesão da Suécia e Finlândia à NATO

País apelou aos restantes da Aliança para que façam o mesmo rapidamente.
Lusa 6 de Julho de 2022 às 00:33
Bandeira do Canadá
Bandeira do Canadá FOTO: Getty Images
O primeiro-ministro canadiano garantiu terça-feira que o Canadá se tornou o primeiro país a ratificar o pedido de adesão da Suécia e da Finlândia à NATO e apelou aos restantes países da Aliança para que façam o mesmo rapidamente.

"O Canadá tornou-se hoje o primeiro país a ratificar os protocolos de adesão da Finlândia e da Suécia para entrarem na NATO. Isso aproxima ambos os países da adesão plena", disse o governante canadiano, Justin Trudeau, em comunicado.

O anúncio ocorreu depois da Dinamarca ter anunciado oficialmente que também ratificou o pedido dos dois países nórdicos.

O primeiro-ministro canadiano acrescentou que a integração da Finlândia e da Suécia irá tornar a NATO "mais forte" e apelou a que os restantes países da Aliança ratifiquem rapidamente os protocolos para limitar a "interferência dos inimigos".

Trudeau recordou que o Canadá é um dos países fundadores da aliança militar e que defende a política de portas abertas da NATO para a incorporação de "qualquer país europeu em condições de fazer avançar os compromissos e obrigações de adesão", destacando a proteção da democracia e a contribuição para a defesa coletiva dos países da aliança.

Os embaixadores dos 30 países da NATO assinaram hoje os protocolos de adesão na sede da organização em Bruxelas, o que irá permitir à Finlândia e à Suécia participar nas reuniões enquanto todos os países ratificam o acesso.

Os processos de ratificação dos protocolos de adesão variam de um país para outro: enquanto os Estados Unidos precisam da aprovação de dois terços do Senado (câmara alta do Congresso), no Reino Unido não é necessária uma votação formal no parlamento.

Após este processo, as respetivas atas de aprovação deverão ser enviadas para o Departamento de Estado norte-americano, o depositário designado pelo tratado da aliança.

A Noruega, a Islândia e os países bálticos anunciaram a intenção de ratificar o alargamento nos próximos dias, e prevê-se que o parlamento alemão proceda à votação na sexta-feira, antes do início das férias de verão.

A Suécia e a Finlândia solicitaram o ingresso na NATO em 18 de maio, pondo termo à sua tradicional política de não alinhamento devido à guerra na Ucrânia, apesar de já manterem há décadas uma estreita cooperação com a organização militar ocidental.

Na semana passada e no decurso da cimeira de Madrid, os líderes da NATO concordaram em dar início ao processo de adesão após os países nórdicos terem alcançado um acordo de princípio com a Turquia, que tinha vetado o acesso.

Canadá Finlândia governo (sistema)
Ver comentários
}