Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
6

Carrilho quer rever rendas

Manuel Maria Carrilho, candidato do PS à Câmara de Lisboa, compromete-se a rever o valor das rendas cobradas pela autarquia nos bairros sociais. Uma medida que “está prevista nos regulamentos municipais, mas que não é aplicada pela actual gestão camarária”, sublinha.
27 de Setembro de 2005 às 00:00
Bárbara e Carrilho nas Avenidas Novas
Bárbara e Carrilho nas Avenidas Novas FOTO: Catarina Falcão (Lusa)
Ontem, Carrilho e Bárbara Guimarães, sua mulher, distribuíram rosas nas Avenidas Novas.
Segundo o candidato do PS, as rendas cobradas nos bairros de realojamento foram estipuladas segundo pressupostos que entretanto se alteraram.
“Alguns dos moradores pediram a revisão e, quando obtiveram resposta, esta foi negativa”, explicou ao CM, adiantado que pretende ainda avançar com o desdobramento das famílias nos bairros onde houver fogos vagos. “Visitei casas onde moravam 18 pessoas em duas assoalhadas e a habitação do lado estava vazia”, conta, considerando que, em casos deste tipo, compromete-se a desdobrar a família.
Carrilho apresentou ontem o seu programa de candidatura, do qual salientou o agrupamento das freguesias em seis distritos urbanos, geridos, cada um, por um dos vereadores, que, “além de terem responsabilidade sectorial, terão também responsabilidade territorial”, afirmação muito aplaudida pelos presentes, que superaram em muito o número de lugares disponíveis. Antes da apresentação do programa, o candidato fez campanha na companhia da mulher, nas Avenidas Novas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)