Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
6

Cavaco 'bate' Alegre

Se as eleições fossem hoje, Cavaco Silva seria reeleito Presidente da República. De acordo com uma sondagem CM/Aximage, o actual chefe de Estado reúne 60,3 por cento das intenções de voto, enquanto Manuel Alegre fica-se pelos 39,7 por cento.
21 de Janeiro de 2010 às 18:46
Cavaco Silva
Cavaco Silva FOTO: d.r.

À semelhança dos socialistas, também o eleitorado do PS está dividido em relação à candidatura de Manuel Alegre. Segundo a sondagem, realizada nos dias 6, 7, 8 e 11 de Janeiro, 37,8 por cento dos inquiridos que votaram PS nas últimas legislativas admitiram votar Cavaco Silva nas eleições presidenciais, enquanto 46 por cento escolheu Manuel Alegre.
 
Dentro do PS, a tarefa também não está fácil para Manuel Alegre, que anunciou estar disponível para defrontrar Cavaco Silva nas presidenciais no passado dia 15.

O partido está dividido em relação à sua candidatura e o líder parlamentar do PS, Francisco Assis, pediu hoje contenção aos seus deputados nos comentários sobre as presidenciais.

PERGUNTA: Dentro de um ano vamos ter eleições para a Presidência da República, mas eu peço-lhe que imagine que as eleições para a Presidência da República eram já no próximo domingo e que os principais candidatos iriam ser Manuel Alegre e Cavaco Silva. Pergunto-lhe, se fosse assim como iria votar no próximo domingo?

 

FICHA TÉCNICA

Universo: indivíduos inscritos nos cadernos eleitorais em Portugal com telefone fixo no lar ou possuidor de telemóvel.

Amostra: aleatória e estratificada (região, habitat, sexo, idade, escolaridade, actividade e voto legislativo) e representativa do universo e foi extraída de um sub-universo obtido de forma idêntica. A amostra teve 600 entrevistas efectivas: 273 a homens e 327 a mulheres; 139 no interior, 222 no litoral norte e 239 no litoral centro sul; 184 em aldeias, 186 em vilas e 230 em cidades.                     

A proporcionalidade pelas variáveis de estratificação é obtida após reequilibragem amostral.
Técnica: Entrevista telefónica por C.A.T.I., tendo o trabalho de campo decorrido nos dias 6, 7, 8 e 11 de Janeiro de 2010, com uma taxa de resposta de 72,6%.

Erro probabilístico: Para o total de uma amostra aleatória simples com 600 entrevistas, o desvio padrão máximo de uma proporção é 0,020 (ou seja, uma “margem de erro” - a 95% - de 4,0%).
Responsabilidade do estudo: Aximage Comunicação e Imagem Lda., sob a direcção técnica de Jorge de Sá e de João Queiroz.

Saiba todos os pormenores na edição desta sexta-feira do 'Correio da Manhã'. 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)