Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

Cavaco e Alegre comentam violência em manifestação

Os candidatos presidenciais foram esta terça-feira confrontados com a notícia da violência que marcou o final de uma manifestação sindical contra os cortes salariais em Lisboa. Manuel Alegre criticou, mas Cavaco Silva recusou alongar-se em comentários, por não conseguir separar o candidato do Presidente da República.
18 de Janeiro de 2011 às 20:13
Os candidatos presidenciais Cavaco Silva e Manuel Alegre
Os candidatos presidenciais Cavaco Silva e Manuel Alegre FOTO: Pedro Catarino

“Não tenho informação mas critico na mesma como é óbvio. Nem é nossa  cultura”, afirmou Manuel Alegre no final de uma arruada em Barcelos.

Já em Coimbra, Cavaco Silva afirmou não ter conhecimento do caso. “Não tenho informação e eu não gosto de me pronunciar sobre aquilo que não tenho informação. Não sei quais as razões porque foram detidos, não sei se ocorreu ou não ocorreu violência", afirmou.

Cavaco Silva sublinhou ainda a dificuldade em separar os “chapéus” de candidato e Presidente. “Por isso, eu não posso responder, não se responde àquilo que não se  conhece e ainda por cima devido a esta junção de dois chapéus que nessa situação eu não consigo fazer a separação", frisou.  

Dois dirigentes sindicais foram esta tarde detidos em frente à residência oficial do primeiro-ministro, após uma manifestação contra os cortes salariais. Os dirigentes sindicais queixaram-se ainda de ser agredidos.

cavaco silva manuel alegre violência manifestação sindicatos lisboa
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)