Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
3

Cavaco: "É normal que ministros não gostem de decisões"

"É normal que de vez em quando os ministros não gostem das decisões da Assembleia da República". Foi apenas esta frase que o Presidente da República, Cavaco Silva, proferiu quando questionado sobre o discurso de Teixeira dos Santos a propósito da questão das Finanças Regionais.
5 de Fevereiro de 2010 às 13:14
Cavaco Silva
Cavaco Silva FOTO: João Cortesão

Numa visita à região da Beira Baixa, no âmbito do Segundo Roteiro das Comunidades Locais Inovadoras, Cavaco recusou fazer um comentário directo sobre a reacção do ministro das Finanças que ontem referiu que se a lei das Finanças Regionais fosse aprovada faria tudo o que estivesse ao seu alcance para proibir transferências de dinheiro para as regiões autónomas.

Sobre a situação económico-financeira do País, o chefe de Estado ressalvou que os observadores estão a distorcer a realidade das contas públicas. 'Não se pode confundir a realidade da Grécia e de Portugal', afirmou Cavaco numa reacção aos alertas das agências de rating, que temem que o nível de endividamento do País seja perigoso.

Nesse âmbito, e falando como professor de Economia, o presidente considerou a afirmação de Joaquín Almunia, Comissário das Finanças da União Europeia 'infeliz, injusta e incorrecta'.

No final do seu discurso, Cavaco Silva sublinhou que está naquela região para divulgar 'aquilo de bom que há no País.'

Ver comentários