Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

Cavaco “em contacto com autoridades” para saber se pode regressar

O Presidente da República, que se encontra em visita de Estado na República Checa, ainda acredita poder regressar esta sexta-feira a Lisboa, apesar da nuvem de fumo criada pelo vulcão da Islândia.
16 de Abril de 2010 às 15:38
Cavaco alerta para “perigo de contágio”
Cavaco alerta para “perigo de contágio” FOTO: Miguel A. Lopes/Lusa

“Estamos em contacto com as autoridades checas e as autoridades portuguesas, que estão a observar os aeroportos vizinhos de Viena, Munique e de Frankfurt. Soubemos agora que Munique abriu”, disse Cavaco Silva esta tarde aos jornalistas. Assim, sendo “neste momento apenas existem hipóteses”.

“Espero que não se confirme em telex que recebi, que coisas destas podem demorar uma semana”, acrescentou.

O regresso da comitiva presidencial estava agendado para as 19h00 (hora local) e a visita de Estado prossegue conforme o previsto até ao momento.

Cavaco sublinhou estar a lidar bem com a situação porque confia nas pessoas que estão a tratar do assunto. “Vamos tratar bem da vossa segurança”, disse aos jornalistas

O Presidente explicou ser preciso encarar o atraso com descontracção e explicou que “não imaginava que um vulcão na Islândia tivesse este efeito em toda a Europa”. As cinzas do vulcão foram até alvo de uma brincadeira. Logo ao início da tarde, aquando da visita da Universidade de Carolina, em Praga, Cavaco comentou para a mulher, Maria Cavaco Silva, que poderia ser preciso “arranjar um banco de jardim para dormirmos esta noite.” Quando interrogado sobre o frio que se faz sentir em Praga, Cavaco prosseguiu em tom jocoso, sublinhando que se escolhe “um banco debaixo de uma árvore”.

Quanto à Islândia, o Presidente disse ainda: “Um país muito pequeno, que dizem que está quase falido, está a condicionar praticamente todo o tráfego aéreo.”

A comitiva presidencial deslocou-se à República Checa num airbus fretado da SATA Internacional.

Ver comentários