Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
7

Cavaco não comenta baixa de rating da Madeira

O Presidente da República escusou-se esta sexta-feira a comentar a decisão da Moody's de baixar o 'rating' de longo prazo da Madeira, lembrando que a agência de notação financeira também desceu o 'rating' de "bancos da maior importância no mundo.
23 de Setembro de 2011 às 16:12
Cavaco Silva continua a visita aos Açores
Cavaco Silva continua a visita aos Açores FOTO: José Sena Goulão/Lusa

"A agência Moody's acabou de baixar o rating de bancos da maior importância no mundo, nos Estados Unidos, baixou o rating nos bancos na Itália, já tinha baixado também nos bancos franceses, portanto, está a fazer um trabalho que eu não quero neste momento comentar", afirmou o chefe de Estado, Aníbal Cavaco Silva, em declarações aos jornalistas no final de um almoço na ilha do Corvo.  

A agência de notação financeira Moody's anunciou quinta-feira que baixou o 'rating' de longo prazo da Madeira do nível B1 para o nível B3, devido aos problemas na gestão do governo e à "fraca execução orçamental".  

Em comunicado, a Moody's referiu ainda que mantém as perspectivas de um novo corte, esclarecendo que a revisão em baixa da notação da Região Autónoma da Madeira "reflecte as [suas] preocupações sobre a má governança e gestão da região, bem como sobre a sua fraca execução orçamental", evidenciadas pelo Ministério das Finanças num comunicado de imprensa que aponta "graves irregularidades" no reporte do orçamento da região.  

Confrontado com esta decisão, o Presidente da República disse não querer acrescentar mais nada em relação à situação na Madeira, reiterando que quando saiu de Lisboa no início da semana para a visita que está a realizar aos Açores, a informação transmitida pelo Governo indicava que a omissão de dívidas públicas "não tinha efeito significativo sobre o orçamento de 2011, nem tão pouco no orçamento de 2012".  

Ou seja, frisou Cavaco Silva, "não teria efeito significativo sobre o bem-estar dos continentais para alem daquilo que eu disse que é o chamado efeito reputação, efeito credibilidade".  

Questionado se entende que a Moddy's está a ser pouco criteriosa nas suas avaliações, o Presidente da República reiterou não querer fazer comentários sobre a actuação da Moddy's até porque não tem todos os dados para o fazer. 

"Não tenho todos os dados para o fazer, contrariamente àquilo que tinha quando em tempos fiz um comentário sobre a Moddy's em relação à divida portuguesa, aí eu tinha dados objectivos e claros na minha mão", referiu.  

cavaco silva rating madeira moody's agência dívida madeira
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)