Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
3

CDS acusa Governo de conduta "errática, inconsistente e desonesta" com os professores

Palavra do Governo é posta em causa pelo CDS-PP.
Lusa 5 de Junho de 2018 às 13:19
A deputada do CDS-PP Ana Rita Bessa
Ana Rita Bessa, deputada do CDS-PP
Milhares de professores participaram em manifestação em Lisboa
Milhares de professores participaram em manifestação em Lisboa
Milhares de professores participaram em manifestação em Lisboa
A deputada do CDS-PP Ana Rita Bessa
Ana Rita Bessa, deputada do CDS-PP
Milhares de professores participaram em manifestação em Lisboa
Milhares de professores participaram em manifestação em Lisboa
Milhares de professores participaram em manifestação em Lisboa
A deputada do CDS-PP Ana Rita Bessa
Ana Rita Bessa, deputada do CDS-PP
Milhares de professores participaram em manifestação em Lisboa
Milhares de professores participaram em manifestação em Lisboa
Milhares de professores participaram em manifestação em Lisboa

O CDS-PP acusou esta terça-feira o Governo de ter uma "conduta errática, inconsistente e desonesta" no diálogo com os professores e prometeu questionar já esta terça-feira o primeiro-ministro sobre a contagem do tempo de serviço.

"Depois ter aprovado no Orçamento do Estado uma abertura para determinar o tempo e a forma como ia ser calculado o descongelamento, depois de o PS aprovar um projeto de resolução dos Verdes a dizer que todo o tempo seria contado (...), o ministro que disse que defenderia radicalmente os professores é o mesmo ministro que retira a proposta em cima da mesa", criticou a deputada do CDS-PP Ana Rita Bessa, em declarações aos jornalistas no parlamento.

Para o CDS-PP, a forma como o Governo geriu estas negociações "deixa muitas preocupações e torna muito pouco credível a sua palavra", alertando para a instabilidade que a ameaça de greves poderá ter nos exames nacionais e no acesso ao ensino superior.

ministro CDS-PP Governo PS primeiro-ministro Orçamento do Estado Ana Rita Bessa política
Ver comentários