Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

CDS-PP quer ter acesso a truques de Joe Berardo

País está “chocado com desplante” de empresário na Assembleia.
Diana Ramos 14 de Maio de 2019 às 13:02
Empresário Joe Berardo é ouvido no parlamento
Empresário Joe Berardo é ouvido no parlamento
Empresário Joe Berardo é ouvido no parlamento
Joe Berardo
Empresário Joe Berardo é ouvido no parlamento
Empresário Joe Berardo é ouvido no parlamento
Empresário Joe Berardo é ouvido no parlamento
Joe Berardo
Empresário Joe Berardo é ouvido no parlamento
Empresário Joe Berardo é ouvido no parlamento
Empresário Joe Berardo é ouvido no parlamento
Joe Berardo
O CDS quer ter acesso aos truques que o empresário Joe Berardo tem usado para travar a penhora da coleção de arte por parte dos bancos.

Os centristas enviaram um pedido à Associação Coleção Berardo, dona dos quadros, no qual exigem a lista de presenças nas assembleias gerais e o nome dos associados por detrás daquela entidade.

O pedido surge depois de a deputada Cecília Meireles ter feito Berardo reconhecer na comissão de inquérito à CGD que fez aumentos de capital na Associação Coleção Berardo para enfraquecer o poder dos bancos credores, retirando-lhes a maioria.

Ontem, no Parlamento, o primeiro-ministro disse que "o País está chocado pelo desplante com que Joe Berardo respondeu na Assembleia" e garantiu que "a atual gestão acionou Berardo para pagar o que deve à Caixa".

António Costa não explicou, contudo, os contornos da renovação do acordo de comodato, depois de se saber que os quadros estavam penhorados. Daí o CDS exigir também a correspondência trocada com a Fundação e a associação.

Já Marcelo Rebelo de Sousa frisou que personalidades como Berardo devem ter "decoro" e "respeitar as instituições".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)