Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

CML: António Costa considera “um erro” decisão do TC

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa considerou esta quarta-feira “um erro” e uma decisão “lamentável” a do Tribunal de Contas (TC), que classificou como ilegais os planos de regularização de dívidas da autarquia a fornecedores.
28 de Abril de 2010 às 16:18
Decisão do TC é para António Costa "um erro"
Decisão do TC é para António Costa 'um erro' FOTO: João Miguel Rodrigues / Correio da Manhã

Para António Costa “essa decisão é um erro muito grande” porque, diz, “só num mundo de pernas para o ar, pagar dívidas é ilegal. Acho absolutamente lamentável que o TC, que se demitiu da sua função de controlar financeiramente o município enquanto ele se endividou, que quando se tratou de pagar as dívidas inviabilizou a contratação de um empréstimo, continue a achar que a prioridade do município não deva ser pagar as dívidas aos fornecedores, acho um erro”. 

Recorde-se que o TC efectuou uma auditoria ao endividamento do município referente ao triénio de 2005 a 2007 e que foi alargada até 30 de Junho de 2008 e onde critica as soluções encontradas pelas presidências de Carmona Rodrigues e António Costa para pagar a fornecedores.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)