Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

CML: PSD decide empréstimo

Os deputados do PSD na Assembleia Municipal de Lisboa reúnem-se hoje, às 21h30, para tomar uma decisão sobre o empréstimo de 500 milhões de euros que o presidente da autarquia propôs para pagar as dívidas a fornecedores e que os sociais-democratas ameaçam inviabilizar.
3 de Dezembro de 2007 às 00:59
Antes deste encontro a distrital de Lisboa do PSD vai dar uma conferência de imprensa para expor a sua posição sobre a contracção deste empréstimo e para apresentar uma proposta alternativa, que passa essencialmente por solicitar à Banca um empréstimo de valor inferior.
Segundo o presidente do PSD-Lisboa, o montante proposto por António Costa “é uma loucura” que “não se enquadra na lei”. “Está a propor o dobro do permitido”, sublinha Carlos Carreiras.
O líder do PSD manifestou-se ontem “despreocupado com os problemas do presidente da Câmara de Lisboa”, que ameaçou demitir-se caso a proposta não seja aprovada amanhã em Assembleia Municipal. “Não recebemos ameaças de ninguém”, frisou.
O CDS-PP está disposto a viabilizar a proposta, desde que, com o desafogo financeiro decorrente da contracção do empréstimo, o executivo camarário se comprometa a resolver “problemas prioritários”, na cidade como o “grave estado de degradação do espaço público”. A decisão do partido, porém, só será tomada em definitivo hoje, após reunião do líder da bancada municipal, José Roque, com o vereador das Finanças, Cardoso da Silva.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)