Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
7

CNE contra declarações de Soares

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) solicitou, este domingo, a suspensão da emissão das declarações de Mário Soares à saída da assembleia de voto, depois do ex-Presidente da República ter feito uma a referência a uma maioria absoluta do PS.
20 de Fevereiro de 2005 às 17:10
De acordo com Nuno Godinho de Matos, porta-voz da CNE, Mário Soares fala em “maioria absoluta do PS” nas declarações prestadas aos jornalistas, após exercer o seu direito de voto e a menos de 500 metros da mesa eleitoral.
As declarações de Mário Soares levaram a CNE a receber diversos telefonemas de protesto, solicitando por isso a suspensão das mesmas.
A lei obriga a que não se fale nas forças políticas e orientação de voto numa proximidade de 500 metros das urnas.
O CNE recebeu também inúmeros telefonemas de eleitores que encontraram nos locais de voto cartazes e fotos do ainda primeiro-ministro Pedro Santana Lopes.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)