Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

“Com taxas favoráveis, o dinheiro fica no BPP”

Fernando Ruas, autarca, explica ao 'CM' as contas da Câmara de Viseu.
27 de Junho de 2009 às 00:30
“Com taxas favoráveis, o dinheiro fica no BPP”
“Com taxas favoráveis, o dinheiro fica no BPP”

Correio da Manhã – A Câmara de Viseu levantou seis milhões de euros que tinha no Banco Privado Português (BPP) mas deixou lá um milhão, num depósito a prazo. Mantém a confiança no banco?

Fernando Ruas – Não tirámos esse milhão porque o prazo do depósito ainda não chegou ao fim. Enquanto as taxas forem favoráveis o dinheiro fica no BPP.

– Não teme perder o dinheiro devido à situação que o BPP atravessa?

– Nunca nos passou pela cabeça não receber o dinheiro da autarquia. Temos plena confiança no sistema financeiro português. Já para não referir que as taxas no BPP eram o dobro ou o triplo da concorrência quando fizemos uma consulta do mercado. E não foram aplicações de risco, porque o dinheiro é do município, não podíamos arriscar.

– Também tem dinheiro no BPN. Quanto?

– Não consigo agora concretizar, mas aí também estamos a fazer dinheiro. E o dinheiro da autarquia está seguro, porque também temos empréstimos.

– Como assim?

– Nós temos dívidas junto dos bancos, contraímos empréstimos. E se há alguém que nos obriga que temos de pagar, essa mesma autoridade tem de garantir que recebemos o que é nosso.

– Tem dinheiro da autarquia em bancos estrangeiros?

– Não, actualmente o dinheiro da Câmara de Viseu só está em bancos nacionais. Os que oferecem os melhores juros.

– Com as actuais dificuldades do sistema financeiro, Viseu vai continuar a recorrer a aplicações financeiras?

– Temos plena confiança nas nossas aplicações financeiras e na banca nacional. Enquanto os juros nos forem favoráveis vamos continuar a aplicar o dinheiro. Por isso mesmos fazemos sempre uma consulta das condições dos bancos para decidir se é preciso mudar a aplicação.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)