Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
2

Conceição Cabrita vence em Vila Real de Santo António

Atual vice-presidente pode eleger apenas três vereadores, perdendo um lugar no executivo para o PS liderado por António Murta.
Hugo Real 27 de Setembro de 2017 às 08:49
Conceição Cabrita é atual vice-presidente
Eleições
Eleições
Conceição Cabrita é atual vice-presidente
Eleições
Eleições
Conceição Cabrita é atual vice-presidente
Eleições
Eleições
Conceição Cabrita, a atual vice-presidente da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, deverá vencer confortavelmente as eleições de 1 de outubro.

De acordo com uma sondagem CM/Aximage, a cabeça de lista do PSD reúne 40,1% das intenções de voto (Luís Gomes, o presidente que agora cessa funções, conseguiu 53,6% há quatro anos), o que lhe garante a eleição de três ou quatro vereadores. Em 2013, recorde-se, o PSD conseguiu a maioria absoluta, com quatro membros no executivo camarário.

A indefinição deve-se ao crescimento do PS, que nesta projeção surge com 28,8% das intenções de voto (23% nas últimas eleições), o que significa que os socialistas têm garantida a manutenção de dois vereadores e podem chegar mesmo ao terceiro, o que retiraria a maioria ao PSD. Recorde-se que o candidato do PS é António Murta (ver pormenores), que liderou a autarquia durante 16 anos.

A sondagem CM/Aximage revela ainda que a CDU tem 10,7% das intenções de voto (menos do que os 13% de 2013), mas o cabeça de lista Álvaro Leal tem um lugar garantido no executivo. Quem não deverá conseguir a eleição é Celeste Santos, a candidata do BE, que surge com apenas 2,3%, uma queda face aos resultados do partido há quatro anos: 3,8%.

PORMENORES 
O presidente cantor
Depois de três mandatos, Luís Gomes deixa a Câmara de Vila Real de Santo António. O presidente, que canta reggaeton e já gravou álbuns, quer agora ser eleito para a Assembleia Municipal de Castro Marim.

Murta pai, Murta filho
António Murta foi presidente desta autarquia entre 1985 e 1993 e, depois, de 1997 a 2005. Em 2013, o candidato do PS foi o seu filho, David Murta.

Avaliação positiva
39,3% dos inquiridos faz uma avaliação positiva da atuação da câmara, enquanto 33% diz que foi "assim-assim". 26,2% consideram que foi negativa.

--
FICHA TÉCNICA
Universo Indivíduos inscritos nos cadernos eleitorais em Portugal com telefone fixo no lar ou possuidores de telemóvel.

Amostra Aleatória e estratificada (região, habitat, sexo, idade, escolaridade, atividade e voto legislativo) e representativa do universo e foi extraída de um subuniverso obtido de forma idêntica. A amostra teve 400 entrevistas efetivas: 185 a homens e 215 a mulheres. A proporcionalidade pelas variáveis de estratificação é obtida após reequilibragem amostral.

Técnica Entrevista telefónica por C.A.T.I., tendo o trabalho de campo decorrido entre os dias 15 e 17 de setembro de 2017,
com uma taxa de resposta de 76,3%.

Erro probabilístico Para o total de uma amostra aleatória simples com 400 entrevistas, o desvio padrão máximo de uma proporção é 0,024 (ou seja, uma "margem de erro" - a 95% - de 4,90%).

Responsabilidade do estudo Aximage Comunicação e Imagem Lda., sob a direção técnica de Jorge de Sá e de João Queiroz.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)