Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
6

Congresso para Portas renovar

O CDS-PP reúne hoje em congresso nas Caldas da Rainha com o líder, Paulo Portas, consagrado por 95 por cento dos votos nas eleições directas de Dezembro de 2008, e ausências de peso como a de Luís Nobre Guedes. Será um congresso do unanimismo? Os subscritores da moção "AR novo no CDS-PP" garantem que não. É tempo de clarificação na "estratégia de alianças" e de um "debate leal", contrariando-se a ideia de que o CDS é o líder, destaca ao CM Filipe Anacoreta Correia.
17 de Janeiro de 2009 às 00:30
Paulo Portas não terá hoje o seu mais antigo conselheiro no congresso, Nobre Guedes, que diz não ir a festas “onde não se é convidado”
Paulo Portas não terá hoje o seu mais antigo conselheiro no congresso, Nobre Guedes, que diz não ir a festas “onde não se é convidado” FOTO: Sérgio Lemos

Uma ideia, aliás, que Pires de Lima, presidente do Conselho Nacional, também acaba por admitir, ainda que num registo diferente, elogiando as propostas do CDS.

Pires de Lima lembra que, "de uma forma injusta", tem-se passado a imagem de unipessoalidade, e por isso o CDS-PP deve estar organizado de uma forma mais operacional. Ao CM, acrescenta que a discussão em torno de coligações "é virtual", porque não acredita que esteja em cima da mesa um acordo pós--eleitoral com o PS. Mas tanto Filipe Anacoreta Correia como Pestana Bastos sublinham que não pode haver ambiguidades. "Estamos nos antípodas do PS", conclui Anacoreta Correia.

Já Manuel Queiró, com Lobo Xavier a subscrever a moção "O Caminho Certo", quer a criação de um programa comum com o PSD.

Do lado de Portas, a estratégia é dizer que não será muleta de ninguém e falar ao País, apostando em novos rostos. Para tal, a futura Comissão Executiva terá cinco vice- -presidentes, sendo que o líder parlamentar, Diogo Feio, terá inerência e será ‘vice’. A maioria dos deputados ficará fora da comissão. Assunção Cristas é um nome a reter.

Portas só debate a Câmara de Lisboa depois do congresso, para esvaziar a polémica. Na sua equipa, defende-se uma coligação com o PSD, mas nada está fechado.

Quanto a Nobre Guedes, não vai ao congresso – mas promete falar depois. "Não se vai a festas onde não se é convidado", afirma.

SAIBA MAIS

RIBEIRO E CASTRO

Ex-líder centrista ainda não decidiu se vai ao congresso. Se for, também não está definida qualquer intervenção.

1183

É o número de delegados que participam no congresso que se realiza nas Caldas da Rainha hoje e amanhã.

LISTAS

Filipe Anacoreta Correia vailiderar lista ao Conselho Nacional e Pestana Bastos ao Conselhode Jurisdição.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)