Barra Cofina

Correio da Manhã

Política

Contas baralhadas

O interesse manifestado por António Guterres no cargo de Alto Comissário para os Refugiados na ONU baralhou as contas socialistas no calendário presidencial.
26 de Março de 2005 às 00:00
Várias fontes partidárias assumem que esta é uma forma de Guterres se auto-excluir, em definitivo, da corrida a Belém. António Vitorino pode ser, agora, a opção ainda que o seu nome seja sempre aventado para candidaturas – desde a liderança do PS a um lugar no Governo – que não se confirmam.
Ontem, no rescaldo das notícias sobre a selecção da ONU, José Lamego, Jorge Coelho, entre outros dirigentes, prestaram declarações a enaltecer o perfil de Guterres para o cargo. José Lamego afirmou ao CM, contudo, que o processo “é complexo”, apesar de reconhecer que Portugal “tem estado sub-representado” nas organizações internacionais. Sócrates sempre quis Guterres como candidato, mas o próprio assumiu que irá dar apoio ao presidente da Internacional Socialista.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)