Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
9

Cooperação estratégica do CDS

José Ribeiro e Castro, presidente do CDS, classificou ontem o encontro com o Presidente da República, Cavaco Silva, de “cooperação estratégica”, negando as declarações feitas sábado por Pires de Lima, que acusou a liderança do partido de ter “um registo de subserviência e dependência” perante o Presidente da República.
28 de Novembro de 2006 às 00:00
Na audiência, Ribeiro e Castro manifestou a sua preocupação com a “defesa e valoração” da língua portuguesa e a realização da Cimeira entre a União Europeia (UE) e África, que deverá ocorrer em 2007, durante a presidência portuguesa da UE.
No final da reunião, o líder democrata-cristão declarou que “houve uma ampla convergência de pensamentos sobre objectivos nacionais que necessitam de ser articulados. Foi um encontro de cooperação estratégica”.
A realização do referendo ao aborto ou o novo aeroporto da Ota não constaram da conversa. O CDS manifesta-se contra os dois temas que estão na agenda política.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)