Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

Costa admite que vai criar mais escalões de IRS

Primeiro-ministro quer mais justiça no IRS e anuncia investimento na Saúde e Educação.
Diana Ramos e João Mira Godinho 27 de Agosto de 2017 às 01:30
António Costa foi à festa da Pontinha, em Faro, para lançar os temas que marcarão o arranque do novo ano político
António Costa
António Costa
António Costa
António Costa foi à festa da Pontinha, em Faro, para lançar os temas que marcarão o arranque do novo ano político
António Costa
António Costa
António Costa
António Costa foi à festa da Pontinha, em Faro, para lançar os temas que marcarão o arranque do novo ano político
António Costa
António Costa
António Costa
O primeiro-ministro admitiu ontem que vai alargar o número de escalões de IRS no Orçamento do Estado de 2018. Sem revelar o número que será introduzido – atualmente são cinco escalões – António Costa aproveitou ainda a rentrée do PS para lembrar que os atuais dados económicos devem lançar o País numa estratégia de convergência com a UE para a década, apelando de novo ao consenso nas grandes obras públicas.

"O próximo Orçamento vai continuar a aumentar o rendimento disponível das famílias porque isso é essencial para melhorar a nossa situação económica", adiantou António Costa em Faro, na festa da Pontinha. E foi mais longe: "Vamos aumentar os escalões do IRS para que quem ganhe menos pague menos."
Sobre as reformas antecipadas, um dossiê que tem merecido particular atenção do PCP, o também líder socialista lembrou a aprovação recente do novo regime de pensões antecipadas para as longas carreiras contributivas. E abriu a porta a mais mexidas: "Demos esta semana um primeiro passo e vamos continuar a dar os passos necessários pois temos uma dívida para com essa geração."

Costa prometeu ainda "um reforço do Serviço Nacional de Saúde e da escola pública", no próximo Orçamento.

No que toca às críticas do PSD e do CDS sobre os incêndios, Costa afirmou que "foi preciso vir a tragédia [de Pedrógão Grande] para os outros virem a debate, não com propostas, mas votando contra".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)