Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

Costa assume culpa da bandeira

São funcionários da Câmara de Lisboa – a anfitriã – que preparam as bandeiras por ocasião das cerimónias do 5 de Outubro, por isso, o autarca da capital, António Costa (PS), sentiu necessidade de assumir ontem a responsabilidade pelo incidente que marcou as festividades no último dia feriado do aniversário da implantação da República: o hastear da Bandeira Nacional ao contrário.
7 de Outubro de 2012 às 01:00
A página oficial da Presidência da República divulga imagens das comemorações do 5 de Outubro, nomeadamente duas do mais polémico momento do feriado. Ou seja, quando Cavaco Silva e António Costa estão a hastear a bandeira ao contrário
A página oficial da Presidência da República divulga imagens das comemorações do 5 de Outubro, nomeadamente duas do mais polémico momento do feriado. Ou seja, quando Cavaco Silva e António Costa estão a hastear a bandeira ao contrário FOTO: Presidência da República

"Quero, em meu nome pessoal e do Município de Lisboa, apresentar desculpas pelo muito desagradável incidente ocorrido no içar da bandeira nacional na varanda dos Paços do Concelho", escreveu Costa ao Presidente da República, Cavaco Silva, isentando-o de qualquer culpa no incidente protocolar , cuja imagem teve repercussões até na imprensa estrangeira.

Fonte da autarquia não soube responder ao CM se está em curso algum inquérito ou averiguação e "não há mais a adiantar [por ser fim-de-semana]". Mas Costa deu o sinal na referida missiva, certo de que tudo não passou de "um lapso involuntário". O autarca lamenta o incómodo causado ao Chefe de Estado - e comandante Supremo das Forças Armadas - pelo incidente ao qual foi "totalmente alheio".

Belém não se pronuncia sobre o assunto, mesmo quando questionada sobre a regra protocolar de se repetir o hastear da bandeira. A avaliar pela reacção da Presidência e a carta de Costa, o assunto será encerrado.

TROCA DE BANDEIRA JÁ DEU POLÉMICA NA AUTARCA

A haste do edifício dos Paços do Concelho acolheu, em Agosto de 2009, uma bandeira monárquica, colocada por autores do blogue "31 da Armada". Uma troca polémica que envolveu a devolução da bandeira camarária e um interrogatório aos autores do blogue pela PJ. Também em 2009, o genérico do programa da Sic Radical "Esplendor de Portugal" provocou alguma polémica ao incluir uma bandeira nacional invertida.

BANDEIRA 5 DE OUTUBRO PAÇOS DO CONCELHO FERIADO CAVACO SILVA ANTÓNIO COSTA LISBOA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)