Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
2

Costa fala hoje às 15h00 após chumbo da contagem integral do tempo de serviço dos professores

Primeiro-ministro comunicou que o Governo se demitiria caso a Assembleia da República aprovasse em votação final global o texto saído da Comissão Parlamentar de Educação.
Lusa 10 de Maio de 2019 às 13:48
António Costa
António Costa
António Costa
António Costa
António Costa
António Costa

O primeiro-ministro faz esta sexta-feira, pelas 15h00, a partir da residência oficial, em São Bento, uma "breve declaração", após o parlamento ter chumbado em votação final global o diploma que pretendia contabilizar a totalidade do tempo de serviço dos professores.

Esta "breve declaração" de António Costa foi transmitida à agência Lusa por fonte oficial do Governo.

Na semana passada, numa declaração ao país, o primeiro-ministro comunicou que o Governo se demitiria caso a Assembleia da República aprovasse em votação final global o texto saído da Comissão Parlamentar de Educação, prevendo o princípio de que os professores recuperariam nove anos, quatro meses e dois dias do tempo de serviço alvo de congelamento no período entre 2011 e 2017 .

Uma medida que o executivo socialista estimou que teria um impacto na ordem dos 800 milhões de euros em ano cruzeiro de aplicação.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)