Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

CRÍTICAS A PORTAS E SOARES

Marcelo Rebelo de Sousa considerou ontem, no seu comentário na TVI, que a demissão do general Silva Viegas “correu mal a Paulo Portas”, mas Mário Soares “foi longe de mais” ao declarar que o ministro da Defesa era um “tumor”.
4 de Agosto de 2003 às 01:27
CRÍTICAS A PORTAS E SOARES
CRÍTICAS A PORTAS E SOARES
Marcelo criticou Soares pelo excesso de linguagem, mas não a intenção, “porque o que ele quis dizer foi que Portas não está à altura do Governo e quando algo não está bom num barco todo o barco se afunda”.
Quem, definitivamente, esteve mal, segundo Marcelo, foram os nove generais ex-CEME, que participaram num jantar contra Portas. “Foi ridículo. Eles são pessoas respeitáveis mas não podem dizer ao ministro o que fazer, especialmente o general Ramalho Eanes, que foi Presidente da República e por isso tem mais responsabilidades”- disse o professor, acrescentando: “Ao menos Mário Soares falou numa entrevista, não participou em jantares de ‘ex’ como Eanes”.
Ver comentários