Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
7

Críticas a Sampaio e Souto Moura

No segundo dia de campanha, Garcia Pereira apontou as ‘baterias’ contra o Presidente da República e o Procurador-geral da República. O candidato apoiado pelo PCTP/MRPP acusou Sampaio de não “ter mexido uma palha” durante o processo de venda da EDP.
10 de Janeiro de 2006 às 00:00
“O que deve ser alvo de todas as críticas é uma forma de fazer política que cauciona golpes antidemocráticos e anticonstitucionais”, rematou.
Quanto a Souto Moura, Garcia criticou as quebras do segredo de justiça, considerando que estas são “operações negras de assassinato de dirigentes políticos”.
MELHOR
Garcia não perde oportunidade para contar piadas.
PIOR
Falta de arruadas nas acções de campanha.
PROMESSA
“Ter um papel activo na fiscalização da constitucionalidade.”
SECRETO
ADVOGADO
Desde que colocou o pé na estrada, Garcia Pereira não consegue ‘pregar olho’ antes das 3h00. É tempo de campanha eleitoral, mas Garcia não descura as obrigações profissionais. Hoje, tem um processo pela manhã.
LÍNGUA AFIADA
O que o dr. Jorge Sampaio fez durante um mandato inteiro foi não fazer nada e a um escasso mês do termo do seu mandato decide chamar o ministro da Economia para depois o País não saber nada do que se passou. (Garcia Pereira)
AGENDA
O candidato Garcia Pereira visita hoje as instalações da Associação dos Deficientes das Forças Armadas, em Lisboa. A deslocação está marcada para as 17h00.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)