Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

DANNY SILVA CRITICA DURÃO

Dany Silva acusou ontem o Governo português de revelar "memória curta" ao não atribuir aos imigrantes cabo-verdianos o mesmo Estatuto de Igualdade de Direitos Civis e Políticos oferecido aos brasileiros aquando da recente viagem de Lula da Silva a Lisboa.
17 de Julho de 2003 às 00:21
Para o músico cabo-verdiano, o Executivo de Durão Barroso está a esquecer o papel desempenhado pelos imigrantes de Cabo Verde no desenvolvimento de Portugal.
"Alguns políticos portugueses já reconheceram a nossa importância, mas outros têm memória curta", disse ao CM. "Cabo Verde era Portugal há apenas 28 anos, enquanto o Brasil deixou de sê-lo há séculos. Isto não será um acto de segregação, mas é de certeza algo difícil de compreender. Será só por causa da riqueza do Brasil?", questiona.
Dany Silva, nascido na ilha de Santiago mas residente em Portugal desde 1961, falava à chegada à Cidade da Praia, onde actua esta noite ao lado de Rui Veloso, num espectáculo a que assistirão Durão Barroso e outros cinco membros do Governo PSD/CDS-PP. Convidado pelo colega, o artista cabo-verdiano viajou num Hélcules C-130 da Força Aérea Portuguesa, mas nem sequer sabia do patrocínio do Governo. "Há uma certa tristeza entre a comunidade cabo-verdiana", insistiu.
O concerto encerra o primeiro dia da visita oficial de Durão Barroso a Cabo Verde, a primeira deste primeiro-ministro a um PALOP. Chefiando uma comitiva que inclui quatro ministros, um secretário de Estado e 26 gestores de empresas portuguesas, Barroso visita entre hoje e sábado diversas estruturas empresariais cabo-verdianas e encontra-se com o Presidente da República, o presidente da Assembleia da República e o primeiro-ministro de Cabo Verde.
Com este último, Durão Barroso assina no sábado um Protocolo de Cooperação, que inclui o investimento de onze milhões de euros na dinamização de intercâmbios nas áreas da economia, obras públicas, ciência, educação, cultura e defesa em 2003. Durante os encontros, o primeiro-ministro português quer deixar claro o seu apreço pelo desenvolvimento de Cabo Verde, quer internamente quer no seio da CPLP. Mas a questão dos privilégios aos brasileiros vai marcar a agenda.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)