Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
3

DEMISSÕES CUSTAM 25 MIL EUROS

A saída de Pedro Lynce e Martins da Cruz do Governo pode custar aos cofres do Estado mais de 25 mil euros. Caso o solicitem, os ministros têm direito a um subsídio de reintegração até encontrarem outra ocupação.
11 de Outubro de 2003 às 00:00
De acordo com a lei, este subsídio é atribuído durante tantos meses quantos os semestres em que os políticos tenham exercido esses cargos, sendo o montante igual ao vencimento mensal. De acordo com as contas do Portugal Diário, os dois ex-ministros governaram durante dois semestres e uma fracção de um terceiro semestre. Sendo que a remuneração base de um ministro é de 4483,66 euros, cada um vai receber 12703,67 euros. A conta exacta da queda dos dois ministros é então de 25407,34 euros.
No entanto, de acordo com o Ministério das Finanças, a maioria das vezes os ministros não solicitam o subsídio.
Ver comentários