Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
6

Deputado do PS envolvido na polémica de Tancos recusa falar sobre troca de mensagens com Azeredo Lopes

Tiago Barbosa Ribeiro diz que não foi contactado por nenhuma autoridade policial ou judicial.
Lusa 29 de Setembro de 2019 às 12:00
Azeredo Lopes
Azeredo Lopes
Azeredo Lopes
Azeredo Lopes
Azeredo Lopes
Azeredo Lopes
O deputado socialista Tiago Barbosa Ribeiro recusou-se este domingo, em Gaia, a falar sobre a mensagem escrita que terá recebido do ex-ministro Azeredo Lopes referente ao caso de Tancos, frisando que não foi contactado por nenhuma autoridade policial ou judicial.

Tiago Barbosa Ribeiro, dirigente socialista que se recandidata a deputado nas eleições legislativas pelo círculo do Porto, assumiu esta posição em declarações aos jornalistas momentos antes de uma ação de campanha do secretário-geral do PS, António Costa, junto à praia de Arcozelo, no município de Gaia.

Segundo o Ministério Público, o deputado socialista Tiago Barbosa Ribeiro terá recebido no seu telefone uma mensagem escrita do ex-ministro da Defesa Nacional Azeredo Lopes, em que este assumia que sabia a forma como foram recuperadas as armas roubadas na base militar de Tancos.

Tiago Barbosa Ribeiro salientou que não tem "nada a dizer sobre essa matéria", alegando que Tancos se trata de "um processo judicial".

"O que conheço sobre esse processo é aquilo que tem vido a ser veiculado pela comunicação social. É um processo que não me diz diretamente respeito. Portanto, nada tenho a acrescentar relativamente a isso", declarou.

Questionado se confirma o teor da mensagem escrita que recebeu de Azeredo Lopes e se não deveria tê-la comunicado à comissão parlamentar de inquérito sobre o caso de Tancos, Tiago Barbosa Ribeiro insistiu que não faria qualquer comentário sobre o processo.

"Compreendo a curiosidade, mas é um processo que não me diz respeito", disse, antes de deixar outra nota: "Não fui ouvido por nenhuma autoridade, não fui contactado por nenhuma autoridade".

"Como tal, nada tenho a acrescentar sobre esta matéria", reiterou.
Tiago Barbosa Ribeiro Azeredo Lopes Azeredo Lopes Gaia política defesa
Ver comentários