Sub-categorias

Notícia

Deputados ouvem 96 políticos e dirigentes sobre rendas na energia

António Costa e quatro primeiros-ministros que o antecederam vão ser ouvidos em comissão de inquérito.
Por João Maltez|15.06.18
  • partilhe
  • 0
  • +
De Durão Barroso a António Costa, todos os primeiros-ministros entre 2004 e 2018 vão ser chamados à comissão parlamentar de inquérito sobre as rendas excessivas da energia. O anúncio foi feito ontem pela deputada do PSD Maria das Mercês Borges, que preside à referida comissão. No total, vão ser ouvidos a partir de 27 de junho, dia da primeira audição, representantes de 17 entidades e outras 96 pessoas.

O Bloco de Esquerda, que propôs a criação desta comissão, tinha pedido apenas a audição dos antigos primeiros-ministros José Manuel Durão Barroso, Pedro Santana Lopes, José Sócrates e Pedro Passos Coelho. O PSD veio entretanto requerer também a presença do líder do atual Governo, António Costa.

Entre as personalidades que os deputados querem ouvir estão ainda o ex-ministro da Economia Manuel Pinho, o presidente da EDP António Mexia, e o ex-ministro das Finanças Teixeira dos Santos, que acumulou a pasta da Economia durante seis meses, e Vítor Gaspar, que vendeu a EDP à China Three Gorges.

Do atual Executivo, além de Costa, serão chamados os ministros das Finanças e da Economia, Mário Centeno, Caldeira Cabral, respetivamente, e o secretário de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanches. 

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!