Descentralização "não é um presente envenenado"

Secretário de Estado das Autarquias Locais afirma que nenhum dos 17 municípios da Área Metropolitana do Porto têm os dados corretos, sublinhando que isto acontece pelo país fora.
11.07.18
  • partilhe
  • 0
  • +
O secretário de Estado das Autarquias Locais disse esta quarta-feira que o processo de descentralização para os municípios "não é um presente envenenado", por ter sido "concertado" de "forma transparente" com a Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP).

"Este Governo não encara este processo de descentralização como presente e muito menos envenenado, mas sim como uma partilha entre a administração central e a administração local do Estado, no sentido de melhorar o serviço às pessoas", disse Carlos Miguel à agência Lusa, na Lourinha, distrito de Lisboa.

O governante sublinhou que este processo "de envenenamento não tem nada pela sua transparência e pela boa fé que sempre houve em todas as negociações".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!