Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

Direção nacional do PSD processa eleitos pela Madeira

Abstenção no Orçamento do Estado na generalidade contrariou disciplina de voto.
Salomé Pinto 28 de Janeiro de 2020 às 08:54
Três deputados do PSD-Madeira contrariaram a disciplina de voto do partido
Três deputados do PSD-Madeira contrariaram a disciplina de voto do partido FOTO: Miguel A. Lopes

Os três "deputados do PSD eleitos pela Madeira vão ser alvo de um processo disciplinar" por se terem abstido na votação do Orçamento do Estado na generalidade, furando assim a disciplina de voto do partido, confirmou ao Correio da Manhã o secretário-geral do PSD-Madeira, José Prada.

Sara Madruga da Costa, Sérgio Marques e Paulo Neves são os parlamentares madeirenses que serão sancionados pela direção nacional do PSD, mas ainda não receberam a respetiva notificação, apurou o CM. Os parlamentares receberam apenas uma comunicação informal por parte da direção da bancada laranja, que é liderada por Rui Rio, presidente do PSD.

Não é a primeira vez que os deputados madeirenses assumem uma posição contrária à direção nacional do partido. Por isso, José Prada encara com "naturalidade os processos disciplinares que serão instaurados". O sentido de voto dos deputados da Madeira na apreciação do Orçamento na generalidade "não afronta a direção nacional, porque entendemos que o interesse regional deve estar acima do partido", acrescenta o secretário-geral regional.

O CM tentou entrar em contacto com o PSD nacional para perceber quando é que serão instaurados os processos disciplinares aos deputados e quais as sanções de que poderão ser alvo, mas até ao fecho da edição não obteve resposta.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)