Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
6

Distrital avalia futuro de dirigente

A presidente da Federação do PS/Setúbal, Madalena Alves Pereira, vai avaliar, nos próximos dias, o futuro político do líder socialista da concelhia de Grândola, João Marcelino Rodrigues, arguido por suspeitas de abusos sexuais a uma menina de nove anos.
5 de Novembro de 2012 às 01:00
Marcelino Rodrigues no Aeroporto de Lisboa à chegada do Brasil
Marcelino Rodrigues no Aeroporto de Lisboa à chegada do Brasil FOTO: Duarte Roriz

"Vou conversar com o meu camarada e avaliar tudo em conjunto nos próximos dias", frisou ao CM a dirigente, destacando, contudo, que se trata de um processo judicial e não político, e não há acusação. "O pior que pode acontecer é fazermos julgamentos abstractos. Temos de agir com prudência", defendeu ao CM, confiando, porém, na avaliação do visado – João Marcelino Rodrigues – sobre o seu futuro político.

O dirigente da concelhia, que esteve no Brasil duas semanas, regressou no sábado a Lisboa, e reclama inocência.

O caso deixou alguns colegas do partido estupefactos, mas o antecessor de Madalena Alves Pereira, Vítor Ramalho , não quis fazer qualquer comentário. É pública a sua denúncia , no passado, de alegados sindicatos de voto em algumas concelhias do distrito como a de Grândola.

POLÍTICA PEDOFILO TRIBUNAL QUEIXA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)