Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
2

Durão Barroso congratula-se com extensão de prazos da dívida portuguesa

Eurogrupo aceitou prolongar para sete anos o prazo para Portugal pagar a dívida. Presidente da Comissão Europeia acredita que este é o caminho para "regressar aos mercados".

12 de Abril de 2013 às 21:01

O presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, congratulou-se, esta sexta-feira, com a decisão dos ministros das Finanças do Eurogrupo em prolongar para sete anos o prazo para Portugal pagar os empréstimos recebidos no âmbito do programa de ajustamento.

"É com satisfação que registo o acordo sobre as extensões das maturidades da Irlanda e de Portugal, que ajudarão esses países a prosseguir no caminho, até agora bem-sucedido, para o regresso aos mercados", disse o presidente da Comissão Europeia, numa conferência proferida na Bloomberg.

Durão Barroso salientou que a decisão "vai ajudar os passos, até agora bem-sucedidos, do regresso [destes países] aos mercados", referindo-se ainda ao caso do Chipre: "Estou muito feliz com a aprovação do programa cipriota”.

Recorde-se o Eurogrupo aceitou, esta sexta-feira, em Dublin, dar a Portugal e à Irlanda mais sete anos para reembolsarem os empréstimos da troika.

resgate Comissão Europeia Durão Barroso troika
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)