Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

DURÃO NÃO SE ENVERGONHA DO PASSADO MAOÍSTA

Durão Barroso admitiu que o seu passado de militante no MRPP contribuiu para o seu "forte empenho político" e recusou sentir vergonha dos seus tempos de maoísta. Declarações proferidas no decorrer de uma visita à Itália, onde o primeiro-ministro reafirmou ser “um interesse estratégico essencial desarmar o regime de Saddam Hussein”.
5 de Fevereiro de 2003 às 00:00
Numa entrevista publicada na última edição da revista italiana Panorama, é evocada a actividade do governante português nas fileiras do MRPP, ou "MR Pum Pum", como recorda o jornalista Alvaro Ranzoni , aludindo ao nome por que era conhecido o partido maoísta no 25 de Abril.

"Quem aos 18 anos não é um extremista de esquerda, não tem coração, quem o continua a ser aos 40 anos, não tem juízo", defendeu Durão Barroso na entrevista, depois de sublinhar que não sente vergonha nem orgulho desses tempos de militância na extrema-esquerda.

No artigo, intitulado "A União torna-se rica", são analisadas as consequências da adesão de Portugal à União Europeia, concluindo-se que o País "já não é a gata borralheira da Europa". De Durão Barroso enquanto primeiro-ministro é salientado "o esforço para tirar o País da lista" dos não cumpridores da União Europeia.

"Sob o antigo governo socialista, o País tinha violado fortemente o Pacto de Estabilidade com um défice grave de 4,1%. Hoje, caminha em direcção a um invejável 2,6%", sustenta o jornalista, argumentando que "Barroso soube introduzir uma terapia de choque: aumento do IVA, cortes na despesa pública, reforma da legislação do trabalho, da Segurança Social e cortes na gastos das autarquias locais".

Por outro lado, Barroso disse ter a garantia de que Itália, enquanto próxima presidente da UE, respeitará o interesse dos pequenos Estados, contrariando a tese do conhecido directório da UE (Grã-Bretanha, França, Alemanha, Espanha e Itália).
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)