Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

Eleição do Provedor vai a segunda volta

Nascimento Rodrigues permanece sem substituto. A eleição do novo Provedor de Justiça falhou ontem na Assembleia da República, com nenhum dos quatro candidatos a conseguir uma maioria de 2/3 dos votos. Jorge Miranda, indicado pelo PS, e Maria da Glória Garcia, pelo PSD, foram os dois nomes mais votados e disputam, por isso, na próxima sexta--feira uma segunda volta.

23 de Maio de 2009 às 00:30
Maria da Glória Garcia, indicada pelo PSD, e Jorge Miranda, pelo PS, foram os nomes mais votados e vão disputar uma segunda volta na próxima sexta-feira. De um total de 222 votantes, Jorge Miranda teve 113 votos e Maria da Glória Garcia 59
Maria da Glória Garcia, indicada pelo PSD, e Jorge Miranda, pelo PS, foram os nomes mais votados e vão disputar uma segunda volta na próxima sexta-feira. De um total de 222 votantes, Jorge Miranda teve 113 votos e Maria da Glória Garcia 59 FOTO: d.r. / Pedro Catarino

Nem o PS nem o PSD conseguiram mobilizar em pleno os seus deputados para votar nos respectivos candidatos. Jorge Miranda obteve 113 votos, quando a bancada socialista conta com 121 deputados, e Maria da Glória Garcia conquistou 59 votos, quando o PSD totaliza 75 parlamentares. Situação desvalorizada por ambas as bancadas.

'Seis deputados não estiveram presentes. Esta votação é por voto secreto e não há disciplina de voto. O candidato que o PS apoiou obteve um resultado muito satisfatório', afirmou o líder da bancada socialista, Alberto Martins, que se mostrou confiante na eleição de Jorge Miranda na próxima semana, frente à candidata do PSD.

Pelo caminho ficaram os candidatos apoiados pelo BE, advogado Mário Brochado Coelho, com 16 votos, e pelo PCP, Guilherme da Fonseca, com 15 votos. Votos em número superior ao dos respectivos deputados, já que a bancada do BE conta com oito parlamentares e a do PCP com 11.

O CDS-PP foi o único partido que não apresentou candidato e deu liberdade de voto aos seus deputados. De um total de 222 votos, 16 foram em branco e três nulos.

PORMENORES

ELEIÇÃO

Se na segunda volta nenhum dos candidatos obtiver maioria de 2/3, o processo volta ao início e a eleição terá de ser repetida na próxima legislatura.

MANDATO

O actual Provedor de Justiça, Nascimento Rodrigues, terminou o mandato em Julho do ano passado e encontra-se de baixa médica há quase dois meses.

SOLUÇÃO

O PCP mostrou-se disponível para encontrar uma 'solução efectiva' na segunda volta. O PSD diz aguardar com 'serenidade' a eleição de dia 29.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)