Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
6

Embaixada russa afirma que aviões estavam dentro das normas

A embaixada da Rússia disse que os aviões russos intercetados por caças portugueses cumpriram o Direito Internacional.
Lusa 30 de Outubro de 2014 às 17:43
Embaixada russa diz que aviões cumpriram o Direito Internacional
Embaixada russa diz que aviões cumpriram o Direito Internacional FOTO: Mariline Alves

A embaixada da Rússia em Portugal afirmou esta quinta-feira que os aviões russos intercetados por caças portugueses ao serviço da NATO cumpriram o Direito Internacional e não estavam, como foi erradamente noticiado de início, em espaço aéreo português.

"Aviões russos, cumprindo as normas do Direito Internacional, realizaram voos em espaço aéreo sobre águas internacionais, não entrando de modo nenhum em espaços aéreos de outros Estados", lê-se num comunicado enviado à agência Lusa.

Segundo a embaixada, "as normas do Direito Internacional não preveem quaisquer restrições e não obrigam a dar pré-avisos acerca de voos de aviões no espaço aéreo sobre águas internacionais".

Embaixada da Rússia aviões Lisboa NATO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)