Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

Escutas a Sócrates voltam ao Supremo

A discussão da validade das escutas feitas a José Sócrates volta agora ao Supremo Tribunal de Justiça, após Paulo Penedos ter ganho a questão no Tribunal Constitucional. Ontem terminou o prazo para novo recurso ser entregue no órgão presidido por Noronha de Nascimento, mas o CM sabe que o advogado deverá entregar o recurso amanhã, aceitando pagar multa por ultrapassar o prazo.

5 de Janeiro de 2012 às 01:00
José Sócrates  e Armando Vara (à direita)
José Sócrates e Armando Vara (à direita) FOTO: Gino Domenico/Epa e Manuel Vitoriano

Está em causa saber se as conversas que envolvem o ex-primeiro--ministro poderão voltar a ser válidas no processo ‘Face Oculta', como pretende o arguido.

Recorde-se que o filho do antigo presidente da REN contestou a decisão de Noronha do Nascimento. O presidente do STJ determinou que as escutas que faziam parte do processo e que envolviam José Sócrates seriam destruídas e entendeu que a sua decisão não tinha recurso.

Agora, Paulo Penedos poderá finalmente ver o Supremo apreciar a questão e, caso lhe venha a ser dada razão, o processo pode estar seriamente comprometido.

As conversas telefónicas que ainda restam poderão voltar ao julgamento, que decorre no Tribunal de Aveiro. O envolvimento entre José Sócrates e Armando Vara tem marcado as sessões.

SÓCRATES ARMANDO VARA ESCUTAS FACE OCULTA JULGAMENTO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)