Barra Cofina

Correio da Manhã

Política

ESPANHA CONDENADA

O Parlamento Europeu aprovou ontem uma proposta apresentada pelos eurodeputados portugueses, condenando o comportamento das autoridades espanholas quando no passado dia 22 impediram um grupo de cidadãos portugueses, entre os quais Francisco Louçã e Miguel Portas, de atravessarem a fronteira para participar numa manifestação em Sevilha, à margem do Conselho Europeu que decorria na capital andaluza.
4 de Julho de 2002 às 22:44
A resolução foi inscrita no debate pelos eurodeputados socialistas, mas acabou por assumir a forma de texto comum a todos os grupos políticos representados em Estrasburgo.

O documento considera que a agressão da polícia espanhola aos dois líderes do Bloco de Esquerda, que acompanhavam o grupo de portugueses, “contraria os princípios e as liberdades fundamentais que são elementos essenciais da cidadania europeia”.

Os eurodeputados socialistas foram dos mais empenhados em fazer aprovar esta resolução, tendo o presidente da delegação do PS, Carlos Lage, logo na abertura da sessão plenária desta semana, chamado a atenção para a “necessidade de o Parlamento Europeu não poder ficar indiferente ao sucedido”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)