Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

“Espero que Portugal não precise de ajuda externa”

O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, manifestou esta quinta-feira, em Bruxelas, a esperança de que Portugal não precise de recorrer à ajuda externa, mas defendeu que o actual Governo "não tem condições" para desenhar a estratégia que evite essa eventualidade.
24 de Março de 2011 às 20:02
Passos Coelho manifesta esperança que Portugal não peça ajuda externa
Passos Coelho manifesta esperança que Portugal não peça ajuda externa FOTO: Olivier Hoslet/Epa

“Eu espero sinceramente que Portugal não precise de recorrer à ajuda externa", disse Passos Coelho à entrada de um jantar/debate com militantes do PSD na capital belga. O líder social-democrata desejou que Portugal possa "desenhar um programa mais robusto", mas não acredita que o actual Governo "tenha condições para o fazer".  

"Se alguma circunstância mais drástica obrigar a alguma intervenção isso terá de ser analisado com muita atenção", acrescentou.  

Passos Coelho sublinhou que o mais importante para os mercados é o  líder do maior partido da oposição, ele próprio, passar a mensagem que o  PSD está "verdadeiramente empenhado em garantir uma solução mais forte" que conduza a uma solução para os problemas do país "sem recurso a medidas externas drásticas e sem contabilidades criativas".

passos coelho psd bruxelas militantes governo ajuda externa
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)