Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
9

Estado quer recuperar 2,6 mil milhões ao BPN

Sociedades criadas pelo Estado entraram com 12 mil ações judiciais em vários tribunais.
29 de Setembro de 2013 às 01:00
A mulher de José Oliveira e Costa entregou bens de 887 mil euros
A mulher de José Oliveira e Costa entregou bens de 887 mil euros FOTO: Duarte Roriz

O Estado, através da Parvalorem, quer recuperar cerca de 2,6 mil milhões de euros em dívidas ao BPN contraídas antes da nacionalização do banco fundado por Oliveira e Costa. Este valor, segundo apurou o Correio da Manhã, representa cerca de 70 por cento da dívida total de 3,8 mil milhões de euros, em dinheiro, ao banco.

Nesse sentido, as sociedades criadas pelo Estado para recuperarem créditos ao banco avançaram com 12 mil ações judiciais e as empresas lesadas pelas operações do BPN, abriram seis mil dossiês de recuperação de créditos.

O Correio da Manhã sabe também que a Parvalorem já tinha dado como irrecuperável a dívida de Oliveira e Costa de 14 milhões de euros, mas o acordo firmado anteontem sobre a entrega de imóveis na posse de Yolanda Oliveira e Costa, mulher do fundador do BPN veio mudar esse estado de coisas.

De facto, para evitar ser acusada no âmbito do processo BPN, a mulher de Oliveira e Costa acordou com a Parvalorem a entrega de nove imóveis e um PPR, no valor de 887 mil euros, que abaterão à referida dívida.

Estado Parvalorem BPN Oliveira e Costa Yolanda dívidas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)