Barra Cofina

Correio da Manhã

Política

"Estão a tentar destruir tudo aquilo que o partido conseguiu": Rui Rio ataca críticos do PSD

Líder do partido vai oficializar o pedido de adiamento das eleições interna.
Correio da Manhã e Lusa 14 de Outubro de 2021 às 21:23
Rui Rio
Rui Rio
Rui Rio
Rui Rio
Rui Rio
Rui Rio

Rui Rio confirmou esta quinta-feira que vai oficializar o pedido de adiamento das eleições internas do PSD.

O atual líder do partido social-democrata, que falava esta noite aos jornalistas à entrada do Conselho Nacional do partido, em Lisboa, voltou a sublinhar que "é prudente aguardarmos pela votação do Orçamento, saber se há crise política e eleições legislativas".

O presidente do PSD acusou de tentativa de "assalto ao poder" quem criticou o seu apelo de adiar a marcação de eleições diretas para depois do Orçamento.

No entanto, Rio acusa os adversários no partido de "assalto ao poder", lamentando "que o partido tenha chegado a este estado".

"Estão a tentar destruir tudo aquilo que o partido conseguiu", afirmou, acrescentando: "espero que a maioria do Conselho Nacional tenha bom senso".

Rio escusou-se ainda a comentar a anunciada candidatura do eurodeputado Paulo Rangel nem adiantar se ele próprio será recandidato.

Poucos segundos depois foi a vez de Paulo Rangel chegar ao local onde decorre o Conselho. Apesar das informações confirmadas pelo CM de que é candidato à liderança dos sociais-democratas, Rangel não confirmou a informação aos jornalistas, e garantiu que concordava com a atual data para as eleições internas. "Eu, por mim, estou bem com qualquer calendário", declarou, antes de entrar para a reunião.

Rui Rio PSD Conselho Nacional política partidos e movimentos eleições
Ver comentários