Barra Cofina

Correio da Manhã

Política

EX-AUTARCA DÁ ENTRADA NA PRISÃO EM FINAIS DE JANEIRO

O antigo presidente da Câmara de Vila Verde, António Cerqueira, do CDS/PP, esgotou definitivamente a possibilidade de apresentar em Tribunal novos recursos com efeitos suspensivos, pelo que deverá dar entrada na prisão em finais de Janeiro do próximo ano.
12 de Dezembro de 2003 às 00:00
António Cerqueira, do CDS/PP
António Cerqueira, do CDS/PP FOTO: d.r.
De facto, o Tribunal Constitucional rejeitou, no passado dia 3, o recurso do ex-autarca sobre as custas que lhe foram imputadas no processo, que será reenviado para o Supremo Tribunal de Justiça, o qual, por sua vez, notificará o Tribunal de Vila Verde.
O antigo presidente vê assim esgotadas todas as possibilidades de apresentar novos recursos com efeitos suspensivos.
António Cerqueira está condenado, desde Fevereiro de 2001, a cinco anos de prisão, em cúmulo jurídico, pela prática de três crimes de peculato, igual número de crimes de falsificação e um de abuso de poder.
O ex-autarca foi acusado de 11 crimes, tendo sido condenado a quatro anos de prisão e 50 dias de multa, pelo crime de peculato por ir à caça no Alentejo com a viatura oficial da Câmara.
Ver comentários