Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

Extrema direita grega disposta a assinar compromisso escrito

O partido nacionalista de extrema direita Laos, membro da coligação grega, recuou este domingo nas suas objecções relativas a um compromisso escrito sobre o plano de austeridade exigido pelos credores internacionais, com vista à obtenção de novos empréstimos.
20 de Novembro de 2011 às 15:49
Primeiro-ministro grego, Lucas Papademos, conquista apoio do Laos com vista à obtenção de novos empréstimos
Primeiro-ministro grego, Lucas Papademos, conquista apoio do Laos com vista à obtenção de novos empréstimos

"Se me cabe a mim decidir sobre o pagamento de salários e reformas, é meu dever assegurar [o pagamento] de financiamentos para o povo grego", afirmou aos jornalistas o líder do Laos, Georges Karatzaferis.

As declarações de George Karatzaferis, que tinha manifestado anteriormente a sua oposição a qualquer compromisso escrito entre a Grécia e os credores, foram este domingo proferidas após encontros com os representantes da 'troika' ­ Comissão Europeia (CE) e Banco Central Europeu (BCE) ­ que chegaram a Atenas na passada sexta-feira.

Os ministros das Finanças da zona euro exigiram compromissos escritos ao governo grego sobre a aplicação de medidas de austeridade e as reformas estruturais, antes do desbloqueio de 8 mil milhões de euros até meados de Dezembro, vital para a economia helénica.

 

Austeridade Grécia extrema direita Laos Georges Karatzaferis
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)