Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

FALECEU FUNDADOR DO PPM

A causa monárquica perdeu um dos seus mais acérrimos defensores. Henrique Barrilaro Ruas, professor universitário e fundador do Partido Popular Monárquico (PPM) faceleu no domingo à noite aos 82 anos, vítima de doença cardíaca. O funeral realiza-se hoje em Trajouce.
15 de Julho de 2003 às 00:00
Henrique Barrilaro Ruas
Henrique Barrilaro Ruas FOTO: cm
Natural da Figueira da Foz, além de fundador e dirigente do PPM, Barrilaro Ruas foi deputado à Assembleia da República entre 1979 e 1983, integrando a Aliança Democrática, a coligação PSD/CDS/PPM liderada então por Francisco Sá Carneiro. Foi também em diversos mandatos deputado às Assembleias Municipais de Lisboa e Cascais.
Antes do 25 de Abril, participou no chamado “Congresso de Aveiro”, que uniu toda a oposição ao anterior regime e foi um dos fundadores do “Centro de Cultura Popular”, membro da direcção da “Causa Monárquica” e do Centro Nacional de Cultura. Barrilaro Ruas foi ainda o principal dinamizador da Comissão Eleitoral Monárquica, uma das listas da oposição democrática que se apresentou a sufrágio nas eleições de 1973.
O primeiro-ministro Durão Barroso lamentou a morte de Barrilaro Ruas, recordando especialmente “a figura do intelectual monárquico e do democrata convicto”.
Amigo de Barrilaro Ruas há mais de 60 anos, Gonçalo Ribeiro Telles também lamentou o seu desaparecimento, referindo que se destacou como “defensor da monarquia como solução para o País”.
O arquitecto sublinhou ainda a dimensão de investigador da história de Portugal, sobretudo da fase de fundação do País e da primeira dinastia. “Era um notável defensor da identidade cultural e da independência do País. Vai fazer muita falta num momento em que estas questões estão na ordem do dia”, acrescentou.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)