Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
6

Cavaco hasteou a bandeira de Portugal ao contrário há 5 anos

"É o estado do País", fez-se ouvir da plateia que assistia às cerimónias oficiais da implantação da República.
D.V.S. 5 de Outubro de 2017 às 11:30
Bandeira de Portugal hasteada ao contrário no dia 5 de outubro de 2012
Bandeira de Portugal hasteada ao contrário no dia 5 de outubro de 2012
Bandeira de Portugal hasteada ao contrário no dia 5 de outubro de 2012
Bandeira de Portugal hasteada ao contrário no dia 5 de outubro de 2012
Bandeira de Portugal hasteada ao contrário no dia 5 de outubro de 2012
Bandeira de Portugal hasteada ao contrário no dia 5 de outubro de 2012
Bandeira de Portugal hasteada ao contrário no dia 5 de outubro de 2012
Bandeira de Portugal hasteada ao contrário no dia 5 de outubro de 2012
Bandeira de Portugal hasteada ao contrário no dia 5 de outubro de 2012
Bandeira de Portugal hasteada ao contrário no dia 5 de outubro de 2012
Bandeira de Portugal hasteada ao contrário no dia 5 de outubro de 2012
Bandeira de Portugal hasteada ao contrário no dia 5 de outubro de 2012
Bandeira de Portugal hasteada ao contrário no dia 5 de outubro de 2012
Bandeira de Portugal hasteada ao contrário no dia 5 de outubro de 2012
Bandeira de Portugal hasteada ao contrário no dia 5 de outubro de 2012
Bandeira de Portugal hasteada ao contrário no dia 5 de outubro de 2012
Bandeira de Portugal hasteada ao contrário no dia 5 de outubro de 2012
Bandeira de Portugal hasteada ao contrário no dia 5 de outubro de 2012
O dia em que a bandeira de Portugal foi hasteada de 'pernas para o ar' por Aníbal Cavaco Silva ficou na memória de todos os portugueses. Há cinco anos, nas cerimónias oficiais da implantação da República, a bandeira - virada ao contrário - foi hasteada da varanda do Município de Lisboa pelo, na altura presidente, Cavaco.

Assim que a assistência se apercebeu que algo de errado estava a acontecer começou a ouvir-se o burburinho de que tinham de virar a bandeira. No entanto, ainda foi longo o tempo que esteve hasteada sem conseguir evitar as criticas.

"É o estado do País", ouviu-se entre os populares que assistiam às comemorações dos 102 anos da implantação da República, enquanto outros diziam que era uma gafe imperdoável a bandeira ter sido hasteada de forma errada.

Na Praça do Município, apenas cerca de 40 pessoas assistiram à cerimónia do hastear da bandeira, contrastando com as cerimónias do centenário da República em 2010 quando a praça ficou repleta de convidados e populares.

Minutos depois de Cavaco Silva e restantes representantes políticos se terem dirigido ao Pátio da Galé, onde decorreram as restantes cerimónias, a bandeira voltou à posição correta.

Portugal sem feriado durante quatro anos
O dia 5 de outubro voltou a ser feriado nacional em 2016, tendo sido retirado da lista de feriados nacionais em 2012. O Presidente Marcelo Rebelo de Sousa discursou este ano, pela segunda vez, no dia da Implantação da República.
Portugal Aníbal Cavaco Silva República Município de Lisboa Praça do Município Pátio da Galé política
Ver comentários