Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
9

Ferreira Torres interrogado

Avelino Ferreira Torres , ex-presidente da Câmara Municipal do Marco de Canaveses, começou esta sexta-feira a ser ouvido no tribunal local em primeiro interrogatório por suspeitas de crimes de gestão danosa e peculato. O autarca acabou por sair em liberdade a meio da tarde de hoje.
4 de Novembro de 2005 às 14:20
O ex-autarca do Marco de Canaveses foi constituído arguido há alguns meses pela Polícia Judiciária do Porto, depois de buscas à autarquia e a audição de algumas testemunhas, que indiciam a prática de diversos crimes.
À chegada ao tribunal, Avelino Ferreira Torres, actual vereador na Câmara de Amarante, escusou-se a prestar declarações aos jornalistas, nomeadamente sobre que processos vai ser ouvido pelo juiz.
À saída do tribunal, o actual vereador da vizinha Câmara de Amarante confirmou ter sido ouvido na qualidade de arguido, mas não especificou a que medidas de coacção ficou sujeito, nem quais as acusações de que é alvo.
O inquérito em curso está a ser dirigido pelo procurador do Tribunal de Circulo de Penafiel Remizio Melhorado, magistrado que já representou o Ministério Público no julgamento que condenou Avelino Ferreira Torres a uma pena de três anos de prisão, suspensa por quatro.
Ver comentários