Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

Frente Comum contesta lei da mobilidade

A Frente Comum de Sindicatos da Função Pública (FNSFP) manifesta-se, esta quinta-feira, frente à Assembleia da República, em protesto contra a lei da mobilidade dos funcionários públicos, no mesmo dia em que o diploma deve ser aprovado na generalidade.
20 de Julho de 2006 às 09:58
Numa reunião da Frente Comum realizada ontem, os dirigentes sindicais definiram a estratégia de acção para os próximos meses para protestarem sobre o que consideram ser uma ofensiva do Governo contra os direitos dos trabalhadores do sector.
No encontro foi aprovada uma sessão de esclarecimentos aos trabalhadores sobre as implicações da aprovação da lei proposta pelo Governo.
Foi ainda agendada a realização de um Plenário Nacional, a realizar-se a 20 de Setembro, para debater os problemas do sector e definir acções futuras.
Os sindicalistas decidiram ainda realizar uma Acção de Luta Nacional no mesmo dia em que a Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses (CGTP) sair para a rua numa Acção de Luta e Convergência, prevista para o início de Outubro.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)