Barra Cofina

Correio da Manhã

Política

Frente ribeirinha com ecopista entre Algés e o Rio Trancão

A transferência de terrenos da Administração do Porto de Lisboa para a Câmara vai permitir a construção de uma ecopista entre Algés e o Rio Trancão. O anúncio foi feito ontem pelo presidente da Câmara de Lisboa, no final da assinatura do protocolo de intenções assinado entre o Governo e a autarquia.
29 de Janeiro de 2008 às 00:30
“Não haverá especulação imobiliária (naquela zona até agora de administração portuária)”, garantiu António Costa. A ecopista é, para já, o único projecto concreto para a frente ribeirinha, que passará para a área de jurisdição da Câmara, depois de um conjunto de procedimentos legislativos, que deverão estender-se pelos próximos meses.
Para já, e inscritas no protocolo assinado ontem, deixarão de estar afectas à operação portuária as zonas envolventes à Torre de Belém, as que se encontram entre o Hotel Altis Belém e o Padrão dos Descobrimentos. O terrapleno da Junqueira e a Ribeira das Naus foram já identificadas.
Em estudo, para determinação da configuração e utilização portuária, estão ainda as zonas afectas à náutica de recreio, e às áreas de Pedrouços e da Matinha e o terminal de Alcântara. O compromisso para a transferência dos terrenos, assinado entre António Costa e Mário Lino, contou com a presença do primeiro-ministro José Sócrates.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)